Me recuperando

Categorias , , Postado por Maria Livia às 7/14/2011
Ontem fui a terapia. Foi bem proveitosa a sessão. Estava preocupada com o fato de eu quase não ter chorado depois do negativo. Tinha medo de isso estar fazendo mal pra mim, de estar reprimindo as emoções. Mas não. Minha terapeuta disse que simplesmente eu não tenho o perfil de quem coloca música deprê e fica curtindo uma fossa. Cada um reage de um jeito, não existe certo nem errado, nem bom, nem ruim. Ruim seria eu negar, dizer que não é nada, essas coisas. Mas eu estou "curtindo" a tristeza do meu jeito. Sinto ela ali no meio do peito, presente, pulsante, não a nego. Estou convivendo com ela. Sei que vai melhorar. Só que reajo de outra forma.
Ela tb disse que o fato de minha reação ter sido mais intensa da primeira vez é normal, pois o primeiro negativo é o pior, já que durante o 1º tto temos 100% de certeza de estarmos grávidas. Nas outras vezes, só temos 90%, rs!
Estou tendo que trabalhar bastante para compensar a semana passada que tive que ficar de repouso. Isso está sendo bom.
Ontem, depois da terapia fui à Feira de Malhas com minha mãe e jantamos numa padoca com mais uns amigos. Foi bem agradável. E assim estou tentando me recuperar.
Ai, meninas, preciso contar uma coisa: a idéia da adoção tem começado a ocupar um lugarzinho na minha mente (no meu coração faz tempo que ocupa). Não que eu queira desistir de engravidar. Não! Meu marido e eu temos vontade de termos um filho biológico e um adotivo. Então estamos pensando em começar a ir atrás, ver como é este universo da adoção (pois neste assunto sou totalmente ignorante, o que eu entendo mesmo é de folículos, endométrio, e afins, essa é minha praia!). Sem pressa, sabe? Ir conhecer, se familiarizar, até para ver se realmente queremos encarar, pois uma coisa é imaginar, sonhar com a adoção. Outra bem diferente é a realidade.
Ainda não tenho nada definido. Tenho uma amiga, a Ane, que entende bem deste assunto e está me sugerindo umas leituras. Para quem tiver interesse tb, tem um site bem bacana que ela me indicou de um grupo de voluntários que dão orientações sobre o processo adotivo chamado GAASP (http://www.gaasp.org.br/). O site é bem interessante e instrutivo. Além de muita informação, tem alguns depoimentos tb!
Isso tem me feito bem e meu marido tb ficou interessado! Vamos deixar as coisas rolarem!

3 comentários:

Queli on 7/14/2011 disse... [Responder Comentário]

Sobre adoção vc pode entrar na comunidade GVAA, isso se vc tiver orkut e no efamily http://www.e-familynet.com/phpbb/adoco-vf47.php . Participo dos dois e são bem confiaveis.
Tbm penso em adotar e até participei do Apadrinhamento Afetivo aki no RJ. É um projeto onde vc apadrinha uma criança para passar natal, feriados , ferias...
Bjs

Zilda Santiago on 7/15/2011 disse... [Responder Comentário]

Desejo toda sorte.Que tenha seu filho vindo ventre ou do coração.Sucesso!!Que vença o amor!!!Passando para conhecer e seguir as amigas do Blogueiras Unidas que também participo!!Bjsss

Ane on 7/16/2011 disse... [Responder Comentário]

Amiga, o amor é sempre intenso, e vc tem muuuuuito amor para dar, suficiente para várias crianças! O apadrinhamento é uma excelente idéia!
Acalme seu coração para conseguir pensar nos próximos passos, e boa sorte na consulta com o Fernandão! Volta pra contar depois!
beijos

Deixe aqui seu pitaco!